Depois que os fios danificados aparecem, tem início uma verdadeira corrida contra o tempo. Afinal, você deseja ter madeixas bonitas novamente o quanto antes, não é? Apesar de não haver uma fórmula mágica, o cronograma capilar é de grande ajuda.

Ele consiste em montar um calendário que intercala o uso de produtos específicos. Assim, os fios não ficam sobrecarregados com os mesmos nutrientes e se recuperam mais facilmente. Para cabelos danificados, não há nada melhor.

Mas como montar o seu? A seguir, veja 4 dicas para elaborar o cronograma capilar certo para as suas exigências!

1. Reconheça as necessidades dos fios

Tudo bem, seus cabelos estão danificados, mas é preciso entender quais são as suas reais demandas. Se eles estão quebradiços, o foco na nutrição é importante. Já se a porosidade está elevada, a reconstrução não pode ser deixada de lado.

Ao reconhecer as necessidades específicas, fica fácil planejar qual será o destaque do seu calendário. Isso faz toda a diferença para que a abordagem seja específica e traga resultados com maior rapidez.

2. Fortaleça a hidratação no cronograma capilar

Não importa se o seu cabelo é liso, cacheado ou tingido. Também não faz tanta diferença qual é o grau de dano dele, pois a hidratação é necessária. Mesmo que os cabelos danificados estejam em um nível mais leve, sempre há perda de água. Então, ao menos um dia por semana deve ser dedicado à hidratação.

Ao repor os líquidos, as madeixas ficarão preparadas para receber as ações de nutrição e de reconstrução, que terão efeitos melhores.

3. Avalie o nível de porosidade

Apesar de a hidratação ser importante, ela não pode ser feita sem critério. Se a cutícula dos fios estiver aberta, os tratamentos serão pouco eficazes. Então, o ideal é pensar em consertar esse problema antes de investir na recuperação.

No caso de cabelos danificados altamente porosos, a indicação é utilizar produtos de reconstrução à frente dos outros. Assim, é possível ter resultados melhores e duradouros. Os de média porosidade, mas que apresentem quebra ou grande elasticidade, podem começar pela nutrição.

Desse jeito, você garante que os fios estejam um pouco mais preparados e dá início ao ciclo virtuoso de recuperação.

4. Monte a ordem para os cabelos danificados

O cronograma capilar também se baseia na sequência dos tratamentos. Em geral, é preciso “sentir” a resposta do seu cabelo a cada conjunto de ações, de modo a favorecer os resultados.

Mas, para começar, você pode se inspirar em alguns calendários. Para os muito porosos e danificados, a recomendação é a seguinte:

  • 1ª semana: Reconstrução – Hidratação – Nutrição
  • 2ª semana: Nutrição – Hidratação – Nutrição
  • 3ª semana: Hidratação – Nutrição – Reconstrução
  • 4ª semana: Nutrição – Hidratação – Nutrição

Já se os fios estiverem muito ressecados, com baixa porosidade e quebradiços, o melhor é seguir assim:

  • 1ª semana: Hidratação – Nutrição – Hidratação
  • 2ª semana: Hidratação – Nutrição – Reconstrução
  • 3ª semana: Hidratação – Hidratação – Nutrição
  • 4ª semana: Reconstrução – Hidratação – Nutrição

Quando as madeixas estiverem quase recuperadas, é hora de adotar um cronograma menos intenso, como:

  • 1ª semana: Hidratação – Hidratação – Nutrição
  • 2ª semana: Hidratação – Nutrição – Hidratação
  • 3ª semana: Hidratação – Hidratação – Nutrição
  • 4ª semana: Hidratação – Nutrição – Reconstrução

Use esses calendários como base, pois é o seu cabelo que dirá do que ele mais precisa em cada momento. Faça testes e acompanhe como os fios ficam nas etapas para definir o que é melhor.

O cronograma capilar ajuda a recuperar cabelos danificados de uma forma consistente. Ao usar essas dicas, você saberá como montar o seu e terá um visual muito mais bonito e saudável!

Nos comentários, diga se você já utiliza essa técnica e aproveite para tirar todas as suas dúvidas.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *